Arquivo do autor

Dicas de decoração para deixar o seu quarto de casal “instagramável”

Por Indiana Braga

Se você está em busca de dicas de decoração para transformar o seu quarto de casal em um ambiente “instagramável” ou com “estilo Pinterest”, saiba que é preciso levar em consideração não só o fator beleza, mas também o nível de conforto. Afinal, do que adianta um quarto lindo e maravilhoso, se ele não for aconchegante?

Partindo dessa ideia, resolvemos dar algumas sugestões práticas de como decorar o seu quarto de casal, para que ele se torne o cantinho mais charmoso e acolhedor da casa, sem abrir mão do apelo estético. Assim, vocês se sentirão totalmente confortáveis e ainda vão poder arrasar nos cliques e garantir muitos likes.

O ambiente deve ser funcional e não cenográfico

Quarto de casal e Home Office

Pensar na qualidade e funcionalidade dos móveis é o primeiro passo para fazer do seu quarto um ambiente condizente com a realidade do casal e adequado às suas rotinas, ao invés de transformá-lo em um mero cenário.

Se o quarto é compacto e vocês precisam manter tudo bem organizado, que tal escolher uma cama box de casal com baú? Assim, vocês criam mais espaço de armazenamento e retiram do guarda-roupa os itens mais volumosos, como malas, cobertores e edredons, liberando alguns compartimentos para outros objetos.

Agora, se o quarto também servirá como estação de trabalho para alguém do casal ou até para ambos, além dos móveis essenciais, como cama e guarda-roupa, vocês precisarão de uma mesa para computador e cadeira de escritório. Dependendo do espaço disponível, é possível optar por uma escrivaninha mais compacta ou uma estação de trabalho robusta. Há modelos com armário acoplado, para quem precisa organizar livros ou outros materiais, e modelos de canto, para os que gostam de aproveitar cada metro quadrado do ambiente.

Cuidado com o excesso de informação

Quarto de casal com quadros na decoração

Aqui, aquela máxima do “menos é mais” se encaixa perfeitamente. Não que você precise adotar o estilo minimalista, se não for adepto. A ideia é seguir o seu próprio estilo, priorizando o essencial. Curte quadros ou fotografias e deseja utilizá-los na decoração? Vá em frente! Mas, encontre o equilíbrio.

Outro fator que merece destaque são os móveis considerados opcionais, como cabeceiras e mesinhas de cabeceira. Perfeitos complementos para a cama box, eles fazem toda a diferença na decoração, elevando o nível de conforto e comodidade.

Iluminação é tudo

Ambiente iluminado

Seja para favorecer o trabalho durante o dia, a leitura noturna ou, simplesmente, para arrasar na captura de fotos e vídeos, a iluminação do quarto deve ser impecável. Priorize a entrada de luz natural e saiba dosá-la, quando necessário. Nesse caso, as cortinas e persianas são ótimas aliadas.

E, quando a luz do dia já não for suficiente ou não estiver mais presente, recorra à iluminação artificial das luminárias, abajures, lustres e pendentes. Inclusive, não deixe de ter esse reforço na estação de trabalho e na mesinha de cabeceira.

Cores sóbrias nos móveis

Para conseguir aquele toque de sofisticação que você tanto vê nas imagens do Pinterest ou Instagram, invista em móveis com cores sóbrias. Tons terrosos ou clean, como branco, bege, cinza, marrom e seus derivados, são perfeitos para dominar o acabamento do mobiliário do seu quarto de casal. Porque a partir daí você terá total liberdade para brincar com as cores vívidas, podendo utilizá-las, inclusive, na pintura de alguma parede.

Cores alegres nos detalhes

Jogo de cama Buddemeyer

Deixe a neutralidade apenas no revestimento dos móveis. Na decoração, você pode e deve ousar, utilizando tons mais alegres. Leve as cores para os jogos de cama, por exemplo, para a própria cadeira da estação de trabalho e até para o tapete. Brinque com as estampas dos tecidos, utilize o verde das plantas naturais e capriche na composição de peças e objetos decorativos.

Agora é com você! Utilize nossas dicas como base e decore o seu quarto de acordo com o seu estilo e sua necessidade. Depois, é só registrar tudo e postar. Quem sabe não inspira outros casais!?

Espaço Zen em casa: Monte o seu cantinho de relaxamento

Por Indiana Braga

Espaço Zen em cores sóbrias

Considerada um refúgio, a nossa casa é o ambiente onde conseguimos relaxar depois de uma rotina cansativa e estressante, ou, pelo menos, deveria ser! Porém, sabemos que nem sempre é assim. Pois, por mais que o sofá retrate esse lugar de total relaxamento, na maioria das vezes, utilizamos esse espaço enquanto estamos conectados à aparelhos eletrônicos, como celular e televisão, o que pode, inclusive, elevar o nível de tensão, devido ao bombardeio de informações.

Por isso, tem sido cada vez mais comum investir em um espaço zen dentro de casa, um cantinho onde, de fato, a gente consiga se desligar de tudo para estabelecer uma conexão mais profunda com nós mesmos. Um ambiente que nos possibilite absorver boas energias por meio de técnicas de relaxamento, como meditação, leitura, contemplação ou, simplesmente, o silêncio.

E, se você está achando que, por morar em apartamento ou em uma casa pequena, não é possível ter esse ambiente, saiba que tudo é uma questão de saber adaptar. Portanto, preste atenção nessas dicas que separamos e as coloque em prática. Você verá que esse cantinho fará um bem danado para o casal, podendo ser usado de forma individual ou coletiva.

Delimite o espaço

Monte um cantinho de relaxamento na sala

Adaptação é a chave para criar qualquer ambiente dentro de casa, incluindo o espaço zen. Quando o home office se tornou realidade, não soubemos adaptar cômodos para montarmos o próprio escritório? O mesmo deve acontecer com o nosso lugar de descanso e relaxamento, que pode ser projetado em uma varanda, no quarto ou até em um determinado cantinho da sala. Depois de definido, é hora de começar a decorá-lo.

Lembre-se de que menos é mais

Espaço Zen com estilo minimalista

O espaço zen deve seguir o estilo minimalista, ou seja, precisamos valorizar o essencial. Comece observando a entrada de luz no ambiente, pois, quanto mais iluminação natural houver, melhor. Após essa análise, deve-se fazer a complementação com luminárias, pendentes, arandelas, abajures ou velas.

Outro ponto importante são as cores utilizadas no espaço. Seja na pintura ou na decoração, elas precisam ser sóbrias, como branco, cinza, tons terrosos e pastéis, pois ajudam a aumentar a sensação de tranquilidade.

Priorize o conforto

Cantinho relaxante e confortável

Lembre-se de que o espaço zen é o cantinho para quem quer dar uma pausa, desacelerar. Portanto, deixe-o o mais confortável possível. Você pode abusar das almofadas, caso opte por usar tapete ou esteira, ou pode utilizar futons, poltronas com descanso para os pés e até redes. Tudo vai depender do espaço disponível e das suas preferências.

Conecte-se com o que te faz bem

Espaço zen como um cantinho espiritual

Por fim, utilize o espaço zen para praticar atividades que, de fato, te tranquilizem. Há quem curte meditação e pode transformar esse ambiente em um cantinho da yoga, outros vão preferir transformá-lo em um cantinho da leitura e há os que podem querer fazer dele uma espécie de templo ou altar, para realizar suas orações e trabalhar a espiritualidade. O importante é que seja um lugar onde você se sinta em paz e plenamente conectado às boas energias.